Novidades

Cursos intensivos de qualidade

Autorizado pelo MEC

Estude em qualquer lugar no Brasil

Cursos 100% online

Cursos aceitos em concursos públicos e órgãos federais

O que é a neuropsicologia e o que essa área estuda?

A neuropsicologia é, segundo o psicólogo Alexander Luria “uma ciência que tem como objetivo específico a investigação do papel dos sistemas cerebrais individuais nas formas complexas da atividade mental”. Portanto, é a ligação entre duas áreas: a neurologia e a psicologia.

De modo geral, a neuropsicologia é uma especialização que estuda a expressão comportamental das funções, práticas e atividades cerebrais, e é por muitos considerada uma das áreas da psicologia que mais cresce nos últimos anos.

Para que você entenda o que é esse ramo da saúde e o que o neuropsicólogo faz exatamente, preparamos um conteúdo completo para te explicar sobre isso, e para que você fique por dentro de todas as especificidades dessa área de atuação. Vem com a gente!

Neuropsicologia: do que trata e o que estuda?

Por ser a junção entre a psicologia e a neurologia, a neuropsicologia aborda fatores como os efeitos e reações provocados pelas disfunções ou impactos no cérebro, tendo em vista que estes efeitos provocam mudanças no comportamento humano.

Essa área de estudo pode estar inserida dentro da psicologia clínica, uma vez que há tratamentos e técnicas focalizados nos estudos adquiridos por esses profissionais. No geral, a aplicação se dá por meio da análise do sistema nervoso central e do cérebro, em conjunto às respostas cognitivas e comportamentais de cada paciente.

Além disso, a neuropsicologia clínica trata as patologias do SNC, as partes que influenciam nas atividades de cognição, como aprender – muitos dos pacientes desse tipo de tratamento sofrem com dificuldade de aprendizagem – processar informações, guardar dados importantes e os interpretar.

De acordo com o Conselho Federal de Psicologia, a neuropsicologia foi reconhecida oficialmente como uma especialização em 2004. Isso tem extrema importância, já que essa área de atuação é estreitamente ligada à medicina, e por isso, possui aspectos das duas profissões.

Qual é o papel do neuropsicólogo?

Quanto ao papel desse profissional, o neuropsicólogo é responsável pela avaliação, estudo, pesquisa e diagnóstico de um paciente, para a posterior elaboração de um plano de tratamento.

Todavia, existem diversos segmentos em que esse profissional pode atuar, como:

● Neuropsicologia Infantil

O foco dessa área é majoritariamente os transtornos que mais acometem as crianças, tais como o atraso cognitivo e de aprendizagem, o espectro autista e o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

Esse segmento da neuropsicologia é de extrema importância, visto que ao serem diagnosticadas já na infância, as crianças podem ter um desenvolvimento mais saudável e o tratamento de reabilitação neuropsicológica iniciado previamente; assim as chances de recuperação são maiores.

Dentre as principais disfunções tratadas por essa área, estão: hidrocefalia, paralisia cerebral e epilepsia, as quais podem causar os transtornos psicológicos citados acima.

● Neuropsicologia Acadêmica

Essa área de atuação compreende as pesquisas e análises das funções cognitivas em conjunto ao comportamento humano. São esses os profissionais responsáveis pela investigação das causas, efeitos e novos tratamentos para as disfunções neuropsicológicas.

Além disso, a área pode envolver o estudo com outros profissionais e diferentes áreas também, como a neurociência, a medicina preventiva e a psicologia cognitiva.

● Neuropsicologia em Adultos

A neuropsicologia clínica mais conhecida é voltada ao diagnóstico e tratamento de adultos, os quais podem apresentar diversos transtornos e lesões cerebrais, inclusive hereditários. Sendo eles:

  1. Demência
  2. Mal de Alzheimer
  3. Parkinson
  4. Traumatismo crânioencefálico

Por conta da complexidade dessas doenças, bem como dos reflexos psicológicos causados, o neuropsicólogo deve ter uma especialidade forte e ter bastante conhecimento.

O que é avaliação neuropsicológica?

Em resumo, a avaliação neuropsicológica trata-se do procedimento clínico que visa analisar o comportamento e a cognição do paciente, para em seguida gerar um diagnóstico. O diagnóstico pode ser feito por meio de testes neurológicos, padronizados, gerais e também específicos, além de aplicações específicas para cada faixa etária, que por possuírem reações cognitivas diferentes, precisam de uma abordagem diferenciada.

Desse diagnóstico, o neuropsicólogo pode propor métodos de tratamento. O tratamento pode variar dependendo da doença e do distúrbio, sendo alguns deles bastante específicos, como o relacionado ao Alzheimer, por exemplo.

Quem pode ter especialização em neuropsicologia?

Agora que você já sabe o que é a neuropsicologia e as principais áreas de atuação dela, vamos te explicar quem pode realizar essa especialização e assim trabalhar como neuropsicólogo.

De fato, para se tornar um especialista, você primeiro deve concluir uma graduação. Nesse caso, para se tornar um neuropsicólogo, anteriormente você deve ter formação no curso de Psicologia.

A especialização, por sua vez, é uma pós-graduação, e ao concluí-la você recebe o título de neuropsicólogo.

A pós é voltada integralmente à área da saúde e é uma relação entre a psicologia e a neurologia – ramo da medicina. Dentre as disciplinas que você cursará, estão: Políticas e Programas de Saúde e Tópicos Especiais em Neurologia e Psicologia.

No entanto, dentro dessa área ainda existem algumas divergentes, as quais você pode segmentar-se no mercado de trabalho ainda mais. São elas:

● Docência do Ensino Superior e Neuropsicologia

● Neuropsicologia Clínica e Orientação Escolar

● Neuropsicologia e Problemas de Aprendizagem

● Investigação Criminal e Neuropsicologia Forense

O pós-graduando em neuropsicologia poderá trabalhar em ambientes como: hospitais, clínicas, instituições de psicologia, universidades e órgãos públicos.

Qual a diferença entre neurociência e neuropsicologia?

Para finalizar, é fundamental que você saiba qual é a diferença entre a neurociência e a neuropsicologia, uma vez que existe uma certa confusão entre essas duas áreas.

Primeiramente, deve-se reafirmar que a neuropsicologia é uma especialização da psicologia, enquanto a neurociência pode ser praticada por profissionais de várias funções dentro da área da saúde, não se reduzindo apenas à psicologia ou à medicina, como muitos pensam.

Profissionais como farmacêuticos, enfermeiros, biomédicos, nutricionistas e biólogos também estudam a neurociência, visto que ela é puramente um campo de estudo focado no sistema nervoso central, seus mecanismos moleculares e estruturas.

Em contrapartida, a neuropsicologia é exclusivamente o estudo, o desenvolvimento e o tratamento de todos os aspectos que unem a neurociência à psicologia, isto é, trata-se da análise do comportamento humano em função da neurociência.

Conclui-se, portanto, que a neurociência é uma área ampla de estudos do sistema nervoso e das lesões cerebrais, enquanto a neuropsicologia é a investigação desses aspectos do ponto de vista psicológico, bem como a aplicação de tratamentos para a resolução desses.

Chegando ao fim desse conteúdo, você ficou com alguma dúvida? Se sim, entre em contato conosco! Você pode falar com a gente a qualquer hora 🙂

Quer falar conosco?

Entre em contato conosco pelo WhatsApp  ou nas nossas Redes Sociais: Facebook e Instagram.

Selecione seu curso e receba mais informações

Modalidade*
Área Atuação*
Curso*
Nome *
E-mail*
Celular*
Deixe sua mensagem